Por mais um ano, o Iron Maiden está de fora do Hall da Fama do Rock and Roll.

O presidente do Hall, Greg Harris, se pronunciou em entrevista (via Loudwire) sobre a esnobada do Metal em mais uma edição do evento. Já é bem comum que bandas do gênero fiquem de fora da indução.

Além do Maiden, outro grupo que não “passou de fase” foi o Judas Priest. Harris observou:

[O corpo de votação do Rock Hall é composto por] mais de mil artistas, historiadores, membros da indústria musical e fãs por meio de votos.

E, então, ele explicou:

É interessante, porque nós [celebramos o metal]. Celebramos todas as formas de rock ‘n’ roll. Eles foram nomeados; nomeamos o Maiden, o Judas Priest foi nomeado, colocamos o Def Leppard.

Aqueles que são nomeados, mais de 80 por cento deles eventualmente são induzidos de fato. Então é realmente uma questão de continuarmos os nomeando, continuarmos votando. Essa votação teve 16 artistas. Não dá pra colocar todos.

Vale lembrar que, para entrar no Hall da Fama, a banda ou artista precisa ter lançado seu primeiro disco há pelo menos 25 anos.

Os selecionados pela comissão do evento são Foo Fighters, Jay-Z, Tina Turner, Carole King, Todd Rundgren e Go-Go’s.

A cerimônia de introdução ao Rock And Roll Hall Of Fame de 2021 acontecerá no dia 30 de outubro em Cleveland, Ohio, Estados Unidos, no Rocket Mortgage Fieldhouse.

 

Fonte: Tenho Mais Discos Que Amigos