Não é novidade que Olivia Rodrigo se tornou um dos maiores destaques da música este ano após o lançamento do seu álbum de estreia, SOUR.

A cantora de 18 anos de idade que resgatou o Pop Punk em algumas de suas faixas, recentemente arrancou elogios de Avril Lavigne, uma das mais importantes figuras do estilo musical que conquistou o público no início dos anos 2000.

Assim como Olivia, a cantora canadense lançou seu primeiro álbum, Let Go (2002), muito jovem, pouco antes de completar 18 anos de idade, e também apresentava em suas canções um tom bastante pessoal.

Variety publicou nesta semana um extenso perfil sobre Olivia Rodrigo e o seu impacto na indústria do entretenimento e Avril Lavigne participou da matéria declarando que ficou impressionada com a “profundidade e o estilo” de “drivers license”, um dos maiores sucessos de Rodrigo, e definiu que a “vulnerabilidade” da cantora é seu “superpoder” (via NME). Ela disse:

”Acho que é importante para pessoas como Olivia dar uma voz honesta a tantas jovens que ainda estão se descobrindo. Suas canções são a verdade dela, e você pode realmente sentir isso. Você pode dizer que é real pela forma como todos os fãs dela agarram cada palavra que ela diz.”

Olivia Rodrigo – “SOUR”

Em outro trecho da matéria, Olivia refletiu sobre os assuntos abordados em suas músicas e disse que viu SOUR como “uma espécie de pedaço da vida adolescente”. Ela explicou:

”Acho que uma grande parte do crescimento é passar por seu primeiro amor e primeiro desgosto, e isso foi definitivamente refletido no álbum, mas acho que canções como ‘brutal’ e ‘jealousy, jealousy’ refletem as outras partes de ser um adolescente sentindo-se inseguro e sem saber como você se encaixa no mundo.”

Na última semana, a dona de “good 4 u” comentou novamente sobre as acusações de plágio feitas por Courtney Love, de que ela teria copiado a arte da capa do álbum Live Through This, lançado pelo Hole em 1994, saiba mais aqui.

 

 

Fonte: TMDQA!