A Warner Music Group informou em sua página do Linkedin nesta quinta-feira (16) que fechou um acordo com a propriedade de David Bowie para uma parceria global que envolve todo o catálogo de músicas gravadas pelo cantor.

Com a assinatura desse novo acordo, a Warner Music terá agora direitos mundiais de cinco décadas do trabalho realizado por Bowie. Expandindo seu atual acordo com a propriedade, que engloba material desenvolvido de 1968 a 1999, para a totalidade do último período criativo de Bowie entre 2000 e 2016.

A gravadora explica que grande parte do catálogo de Bowie tornou-se parte do grupo em 2013, quando a empresa adquiriu o histórico Parlophone Label Group, com sede em Londres. Desde então, a Warner Music e a propriedade Bowie passaram a trabalhar em um programa de lançamentos para destacar a transformadora evolução de sua carreira.

Max Lousada, CEO de gravações da Warner disse: “Estamos entusiasmados que nossa parceria expandida com a propriedade de Bowie ajude a entregar projetos inovadores e de carreira e atrair novas gerações para seu extraordinário universo musical.”

Kevin Gore, presidente do catálogo global da Warner acrescentou: “Com a adição de seu trabalho imensamente poderoso posterior ao portfólio da Warner Music, estamos ansiosos para levar a música de Bowie para fãs em todo o mundo por muitos anos.”

Os materiais gravados a partir do ano 2000 por David Bowie deverão integrar uma nova série de lançamentos raros do artista a partir de 2023.

 

Fonte: A Rádio Rock