Dave Grohl revelou que estava “com medo” de escrever sobre a morte de seu amigo Kurt Cobain em seu livro The Storyteller, lançado no início do mês.

Falando ao programa “Amanpour And Company”, do canal americano PBS, Grohl admitiu que resolveu deixar de lado a seção do livro que trata do suicídio do líder do Nirvana até o final do processo de escrita.

Questionado por que, o vocalista do Foo Fighters explicou: “Eu revelei algumas coisas nessa história que nunca contei aos meus amigos mais próximos. Eu estava com medo de escrever. E isso foi muito difícil”.

Grohl acrescenta: “Em primeiro lugar, eu sabia o que as pessoas queriam que eu escrevesse. Acho que as pessoas têm um monte de perguntas sem resposta, assim como eu. Então, decidi escrever em um sentido emocional muito mais amplo, o processo de perda e luto, e como isso é determinado e como ele difere de pessoa para pessoa”.

Ele também falou de sua admiração por Kurt no processo de composição, a qual classificou como “poesia”, e ressaltou o que vem dizendo em recentes entrevistas sobre seu livro, que está se divertindo ao compartilhar suas aventuras no universo da música com os fãs.

Assista a entrevista completa com Grohl utilizando o player abaixo:

 

 

Fonte: A Rádio Rock