Este 12 novembro pode ser histórico para Britney Spears e sua luta contra a sua tutela. Anteriormente, ela teve uma primeira vitória tendo o pai removido do papel de tutor. No entanto, ela ainda não tem a liberdade que tanto sonha. Isso pode acontecer hoje, com um possível término da conservadoria. É o que tribunal vai decidir em uma audiência decisiva.

Horas antes do grande momento, Britney Spears apareceu em suas redes sociais confiante de que vai ter o que tanto quer. Prova disso, é que ela fez um desfile com a camiseta #FreeBritney, movimento inicialmente criado por fãs a favor de sua liberdade. Ela e seu namorado, Sam Asghari, vestem a mesma roupa.

Assista ao vídeo:

A luta de Britney Spears

A tutela de Britney Spears já dura 13 anos. Tudo começou quando a vida da cantora se tornou um caos – explicado em vários documentários. Ela teve problemas com a possibilidade de perder a guarda de seus filhos, o que a deixou nervosa. Era a mesma época em que ela era perseguida por paparazzi o tempo todo, sem nenhuma privacidade. Foi muito para a cabeça dela.

Aconteceram polêmicas e ela chegou a ser internada em hospital psiquiátrico. Foi quando a família resolveu intervir. Eles conseguiram documentos que “provavam” que a cantora não era capaz de cuidar da sua própria vida. Assim, seu pai controlava sua carreira, dinheiro e até o lado pessoal.

Por alguns anos, Britney fez o que foi pedido a ela. Lançou diversos álbuns, fez turnês, lançou produtos – e ela nem podia usufruir da fortuna que ganhava. Até que ela cansou. Em 2018 ela chegou a anunciar uma nova residência em Las Vegas, a “Britney: Domination“, mas nunca aconteceu. Foi o momento que ela cansou. Ela não faria mais o que queriam que ela fizesse. Foi quando os fãs caíram na real e surgiu o movimento #FreBritney.

A pressão pública e o lançamentos de documentários relevadores colocou uma pressão nos envolvidos. O tribunal acelerou o caso depois de anos fazendo pouco caso. Este 12 de novembro pode ser decisivo. Vamos torcer!

 

Fonte: Popline