O leilão beneficente da Van Eaton Galleries, promovido por The Edge, guitarrista do U2, em prol da ONG Music Rising, arrecadou mais de US$ 2 milhões, cerca de R$ 11,3 milhões, neste último fim de semana, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

De acordo com o site da Guitar World, as arrecadações atingiram um grande valor graças ao que foi pago por instrumentos históricos. Um deles, o baixo Yamaha BB-1200 que Paul McCartney usou com os Wings, que arrecadou US$ 496.100, mais de R$ 2,8 milhões. Foi o primeiro lance recorde da noite e ultrapassou em cem mil dólares o Fender Mustang de Bill Wyman que foi vendido em 2020 como o baixo mais caro já negociado em um leilão.

O instrumento de McCartney foi acompanhado no livro de recordes pela guitarra Lake Placid Blue Fender Telecaster, de Eddie Vedder, que foi vendida por US$ 266.200, cerca de R$ 1,5 milhão – um valor que quebrou o recorde de seis cordas mais caras já arrematadas em leilão.

Sobre o evento, o The Edge comentou: “Queremos agradecer a todos os envolvidos neste incrível leilão, incluindo os artistas que generosamente doaram seus instrumentos pessoais e os licitantes de todo o mundo que nos ajudaram a quebrar recordes”. De acordo com o guitarrista do U2, toda a verba será distribuída entre músicos americanos que foram severamente atingidos pela pandemia.

 

 

Fonte: A Rádio Rock