Hora de recapitular quais foram as maiores séries de 2021!

Este foi um ano de grandes marcos para a história do entretenimento, como o lançamento das primeiras séries originais da Marvel em streaming, a quebra de recordes de audiência na Netflix com uma série não-americana e o fim da maldição das adaptações de games que não dão certo.

Como existe um mar de estreias ao longo do ano, trouxemos um resumo com algumas das séries que mais chamaram a atenção desde janeiro.

Foram consideradas apenas minisséries e séries que tiveram suas primeiras temporadas iniciadas em 2021. Por isso, ótimas produções como Ted LassoFor All MankindSuccession Pose ficaram de fora.

Confira a lista e veja a posição das suas favoritas!

10 – WandaVision

A primeira série da Marvel feita pensando no mundo dos streamings surpreendeu, de forma muito positiva, tanto o público quanto a crítica. Apesar de estar inserida no Universo Cinematográfico do estúdio (MCU), WandaVision conseguiu criar uma identidade própria e contida, especialmente na primeira metade da temporada, com uma cara de HQ lançada paralelamente a uma grande saga.

Apesar de finalizar a história que conta, WandaVision colabora bastante com o MCU ao abrir as portas para o Multiverso e encaminhar a participação da Feiticeira Escarlate no próximo filme do Doutor Estranho.

A série está disponível no Disney+.

9 – Reservation Dogs
Cocriada por Taika Waititi, Reservation Dogs acompanha um grupo de jovens indígenas que cometem crimes em uma zona rural no interior dos EUA. Ela foi produzida em sua maioria por pessoas indígenas, o que faz do retrato dessa população algo fiel e praticamente livre de estereótipos.

Como já era esperado de algo criado por Waititi, a série traz uma combinação de humor ácido e bastante sarcasmo para evidenciar críticas sociais muito pertinentes.

A segunda temporada de Reservation Dogs já está garantida. A primeira pode ser assistida no Star+.

8 – Only Murders in the Building

Tudo que envolve Only Murders in the Building é inusitado. A história acompanha três pessoas viciadas em podcasts de true crime que se deparam com uma investigação real de assassinato. O elenco também surpreende ao reunir Selena Gomez, Steve Martin e Martin Short com uma química muito boa.

O resultado foi tão interessante que a segunda temporada já está confirmada. Only Murders in the Building está disponível no Star+.

7 – Invincible

Outra grata surpresa em 2021 foi Invincible, animação bem simples que apostou na criatividade do roteiro e na violência explícita para superar a saturação do mercado de super-heróis dominado por Marvel e DC. Há ainda um tom de crítica às fórmulas que levaram esse gênero de aventura e ação a criar tantas produções parecidas entre si.

O elenco da dublagem também é pesado, com nomes como J.K. Simmons, Steve Yeun, Gillian Jacobs, Sandra Oh e Mark Hamill, entre outros.

Invincible está disponível no Amazon Prime Video.

6 – Round 6

Um dos maiores fenômenos da história do entretenimento, a série coreana Round 6 se tornou um desses assuntos que basicamente todo mundo entende mesmo sem ter assistido à série. A história é aquela: um grupo de pessoas endividadas é convidado para participar de jogos que darão um grande prêmio em dinheiro, mas não estão cientes de que esses testes são mortais.

Round 6 conta com roteiro e ambientações criativos e protagonistas fáceis de se identificar. Apesar de pertencer a um gênero já bastante explorado, a série aposta na simplicidade narrativa e se destaca no meio de tantos títulos similares ao longo dos anos.

A série se tornou simplesmente a mais assistida da história da Netflix — em apenas um mês, foram mais de 1,6 bilhão de horas de exibição por mais de 142 milhões de usuários.

Round 6 está disponível na Netflix e, claro, terá uma segunda temporada.

5 – The White Lotus

Como é bom dar risada de estereótipos de gente rica fazendo besteira, né? The White Lotus acompanha um grupo que passa férias no Havaí e acaba se envolvendo em uma trama investigativa. Apesar de ser o fio condutor da história, o mistério não sobrepõe as críticas à hipocrisia de alguns “tipos sociais” que são apresentados, dando a si próprios muito mais importância do que realmente têm.

O roteiro é habilidoso por não precisar explicar tudo para que a mensagem seja transmitida, inserindo o discurso crítico naturalmente nas narrativas envolvendo os turistas e os funcionários do resort de luxo onde eles se hospedam.

The White Lotus está disponível no HBO Max e já foi renovada para a segunda temporada.

4 – Hacks

Hacks conta como se dá a parceria entre uma comediante experiente e em decadência e uma jovem e promissora roteirista. Apesar das diferenças, elas têm muito com o que contribuir para o desenvolvimento da outra.

Assim como The Marvelous Mrs. Maisel, a série discute de forma muito interessante o papel das mulheres no mundo da comédia ao mesmo tempo que conta uma boa história.

Hacks está disponível no HBO Max e também já foi renovada para uma segunda temporada.

3 – Mare of Easttown

Mare of Easttown traz questões interessantes relacionadas ao luto e à fuga dos próprios sentimentos. No caso, isso tudo está associado a Mare (Kate Winslet), policial em uma pequena cidade dos EUA que se desdobra nos papéis de mãe, avó, dona de casa e investigadora, mostrando o esgotamento que esta sobrecarga pode causar.

A minissérie é um thriller policial que acompanha a investigação de uma morte e utiliza o fato da cidade ser pequena para levantar suspeitas sobre absolutamente todo mundo. Além das questões propostas sobre depressão e transtornos mentais, é interessante o exercício de tentar adivinhar quem é o assassino conforme os episódios vão se desenrolando.

Mare of Easttown está disponível no HBO Max.

2 – The Underground Railroad

A carteirada inicial já seria suficiente para chamar a atenção, pois The Underground Railroad é criação de ninguém menos que Barry Jenkins, ganhador do Oscar por Moonlight. Baseada num livro homônimo e sucesso absoluto, a série acompanha Cora, uma escrava em fuga que utiliza uma ferrovia subterrânea no sudeste dos EUA para não ser descoberta.

The Underground Railroad é um retrato forte da escravidão e mostra como é tênue a linha entre a reparação histórica e a exploração do sofrimento. Mesmo com essa dificuldade, a série é visualmente muito bonita e tecnicamente muito bem produzida. Só no Emmy, foram mais 20 indicações.

A série está disponível no Amazon Prime Video.

1 – Arcane

Finalmente a sina de adaptações ruins de videogames foi encerrada. Inspirada no universo de League of LegendsArcane tem uma história convidativa, trilha sonora incrível e efeitos visuais absurdos, comparáveis a grandes animações como Homem-Aranha no Aranhaverso.

A surpresa que Arcane causou foi bem além do tom adulto e da violência utilizada para contar a história. A exploração de temas como desigualdade social e política atribuíram uma profundidade que poucos fãs estavam esperando. E o melhor: não é preciso entender NADA sobre LoL para apreciar a obra.

Arcane está disponível na Netflix e, como era de se esperar depois de tamanho sucesso, está com uma segunda temporada garantida.

 

 

 

Fonte: TMDQA!